Quando devo procurar fonoaudióloga para meu filho?

quarta-feira, 25 de maio de 2016





O Pedro Augusto está com dois anos e ainda não fala frases e sim palavras soltas e como toda mãe preocupada fui procurar ajuda e procurei um profissional na área e ele está sendo acompanhando e já melhorou muito e a primeira medida foi retirar a chupeta(bibi) achei que ia ser difícil que fosse chorar e foi super tranquilo falei que tinha perdido e que tinha acabado na primeira noite resmungou um pouco mas dormiu e não sofreu nenhum pouco. Mãe se você acha que seu filho está com alguma dificuldade na fala procure um especialista e estudando sobre o assunto achei esse artigo:




O fonoaudiólogo é o profissional de saúde responsável pela prevenção, avaliação, diagnóstico e tratamento de perturbações que comprometam a comunicação não-verbal, a comunicação verbal (linguagem – oral e escrita -, articulação, fluência e voz), assim como alterações relacionadas com funções auditivas, cognitivas, oro-musculares e funções associadas (reflexos orais, mastigação, deglutição, motricidade oro-facial e respiração).



Necessitar de fonoaudióloga não faz de ninguém melhor ou pior, não rotula ninguém, não é associado a “inferioridade” mas sim, principalmente no caso de crianças, uma grande ajuda quando algo no seu processo de desenvolvimento não ocorre como esperado…Não deixe de procurar, de saber, de ajudar a criança o mais cedo possível, porque não é esperado não dizer nenhuma palavra aos 2 anos, nem falar “o bebê” aos 4 anos, nem trocar muitas letras quando aprende a escrever, nem a voz ficar muito rouca ao final do dia…Vale sempre, mas SEMPRE mais prevenir que deixar andar e sobrar apenas opção de remediar!


E para que isso aconteça, a Rede Mãe está aqui, eu estou aqui, sempre disponível para qualquer dúvida, para qualquer conselho ou sugestão…é por vocês e para vocês que estamos aqui!


Deixamos alguns sinais de alerta, divididos por áreas para mais fácil compreensão. Procure de um fonoaudióloga se a criança apresentar alguns desses itens abaixo:


Linguagem (oral e escrita)

Tem dois anos e não fala? Diz poucas palavras ou comunica por gestos?

Parece não perceber o que as pessoas lhe dizem?

É distraída e não presta atenção ao que a rodeia?

Troca/omite sons ou partes da palavra?

Não constrói frases?

Troca sons ou letras quando está lendo ou a escrevendo?

Dá muitos erros?

Não gosta de ler e/ou escrever? Demora muito tempo para fazê-lo?


Articulação

Troca ou distorce algum som?

É “sopinha de massa” ou fala de uma forma distorcida?

Fala muito depressa ou atrapalha-se frequentemente quando está conversando?

Fala pelo nariz?

Voz

Fica muitas vezes sem voz?

Tem uma voz rouca? Esforça-se para falar?

Grita muito? Sente dores de garganta e sensação de corpo estranho?

Tem problemas de tireóide ou nas cordas vocais?

Perturbação da fluência – Gaguez

Tem mais de 4 anos e já evidencia sinais claros de gaguez?

Quando fala, bloqueia ou repete muitas vezes o mesmo som, sílaba ou palavras?

Isola-se muito? Tem medo ou vergonha de falar em público?

Motricidade oro-facial/ respiração/ mastigação e deglutição

Respira sempre pela boca?

Não consegue soprar ou dar um beijo?

Mantém/manteve hábitos parafuncionais orais (chupar chupeta, dedo e/ou língua, roer as unhas etc.)

Baba-se com frequência?

Tem dificuldade em mastigar evitando alimentos mais sólidos (ex. carne)?

Tem dificuldades em engolir (deglutir) e/ou engasga-se com alimentos sólidos ou líquidos?

O bebé tem dificuldades em pegar na mama ou sugar?




O fonoaudióloga é o profissional de saúde que estudou Terapia da Fala, que frequentou o ensino superior e não há nenhum outro profissional que o possa substituir ou “fazer umas sessões de terapia da fala”, assim como ele não pode assumir competência que não são suas. Um fonoaudióloga não é um Psicólogo que faz consultas de terapia, não é um Educador de Infância que tirou pós-graduação/mestrado na área. Não se deixe enganar e peça sempre para ver a cédula profissional, pois todos os anos surgem no nosso país burlões que enganam pais, que os fazem perder muito dinheiro, mas principalmente tempo útil de recuperação!

http://redemaesdeminas.com.br/quando-devo-procurar-um-fonoaudiologa/6344

Beijos com carinho, Mari

16 comentários:

Fanny Leao disse...

Então!!! Rafa veio falar mesmo com 2 anos e meio. E falou bastante errado. Não falava a letra R direito. Mas evoluiu bem direitinho. Graças a Deus. Mas fiquei preocupada pois demorou para falar. Quase levei na Fono. Porém de uma hora pra outra falou tudo 🙏🏻

Mamãe Robô disse...

Estava mesmo precisando dessas informações! Já estamos com consulta marcada para fono! Davi já tem 3 anos e meio e ainda respondi sim a algumas dessas perguntas! O que já me incomodava, incomoda ainda mais agora! Ansiosa pela nossa consulta!
Obrigada pelas dicas!
Bj
Juliana Carreras
www.mamaerobo.com

Pai de cinco disse...

Ótimas dicas! Graças a uma fonoaudióloga eu consegui oralizar e passar a entender o que me era dito, pois tinha muitas dificuldades por causa da minha surdez total.
Quanto mais crianças que necessitam desta ajuda forem antes se consultar, mais rápido irão superar suas dificuldades!

Luciana RecemMae disse...

Meu pequeno já está com dois anos e dois meses e até agora são poucas palavras que fala. Se comunica muito por gestos. Até então, achei normal ele ainda não falar, mas já estou começando a me preocupar. Brigada pelas dicas, irei procurar um especialista, para realmente saber se é ou não normal. Bjos

Claudia Bins disse...

Muito interessante... por aqui 2 tagarelas desde muito cedo!

Beijo,

Claudia
@AsPasseadeiras

Blog Da Fertilidade à Maternidade! disse...

Super útil essas informações, adorei!
bjs,
Alê

Espaço das Mamães disse...

ótimo post, temos sim sempre que recorrer ao especialista se achamos que não está tudo bem, se temos algumas dúvidas

Beijos Mi Gobbato
http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

Pauleni Gomes disse...

Meus chiquitos falam muito não tenho o que reclamar, mas conheço bebes que ainda não falam e vou recomendar o post.
@nossasaogemeos.

Mamãe Sacchi disse...

Amei o post, Mari começou a formar frases agora é sinto que agora que vai rsrs, mas não teria problemas em marcar a profissional só ajuda sempre.

Manual de Uma Mãe disse...

Muito bom e explicativo o post, Mari. Cursei fono então quando o Caio começou a trocar as letras, logo me atentei!

Tatiane Gallas Vidal disse...

Ótimas informações!
Por aqui tenho dois tagarelas desde sempre, hehe.

Tatiane Gallas Vidal disse...

Ótimas informações!
Por aqui tenho dois tagarelas desde sempre, hehe.

Mariana Jurema Barbosa disse...

Otimas informações Mari, meu irmão fez acompanhamento com fono e foi super importante.
Bjs
Mari
Vamos Mamães

Amor De Papai disse...

Ótimas dicas e o post ótimo

Deia Tomaz disse...

Joao fez acompanhamento por um tempo e agora vamos retomar.
Acho muito importante buscar uma profissional sempre que temos duvidas.
Deia Tomaz
@lancheiradojoao

Jaqueline Lima disse...

Ótimas dicas, Joshua está balbuciando algumas palavrinhas e vou ficar de olho 😉

Jacky Lima
@blogmaternidadesemfrescura

Postar um comentário